Cidadão Legal faz 12ª apresentação do teatro de fantoches nesta quinta-feira

(ACIFI, em 19 de outubro de 2011)

Nesta quinta-feira, dia 20, a Delegacia da Receita Federal estará recebendo a visita de mais um grupo de estudantes iguaçuenses para divulgação da Campanha Cidadão Legal. Esse projeto, desenvolvido em parceria com a Associação Comercial e Industrial de Foz do Iguaçu, tem como objetivo alertar o cidadão sobre direitos e deveres comuns a todos que convivem em sociedade, e estimular boas práticas como os cuidados com a preservação ambiental, repúdio à corrupção, condenar a exploração do ser humano, dentre outros.
Esta será a 12ª apresentação do teatro de fantoches desde o dia 5 de maio, quando a campanha foi lançada. O teatro “Segredo de Cidadania” é desenvolvido por servidores federais e, além de encantar o público infantil, repassa noções de cidadania aos menores, alertando de maneira lúdica para os malefícios sociais causados pelo contrabando – como o desemprego – e dos riscos à saúde que materiais proibidos no país são introduzidos clandestinamente.
Já participaram desse teatro estudantes das seguintes instituições de ensino: Anglo Americano, Bartolomeu Mitre, Mariano Camilo Paganoto, Sol de Maio, Barão do Rio Branco, Monsenhor Guilherme, Cooperativa Educacional de Foz e Josinete Holler; e ainda, da APAE, Casa Maria Porta do Céu, Centro Profissionalizante Raiane da Silva Soares e Casa Ofício.
Devido ao grande interesse dos alunos da Escola Josinete Holler, que reuniu cem pessoas na última apresentação, no dia 6 deste mês, uma nova turma, também de cem estudantes, será recebida nesta quinta-feira.
Sob a coordenação da servidora federal Patrícia Gomes de Oliveira, o projeto prevê ainda mais duas apresentações no mês de novembro, e outras duas, no mês de dezembro.

Palestras – Além do teatro de fantoches, específico para um público infanto-juvenil, a campanha atua também com o público jovem e de adultos. O auditor fiscal Ivair Hoffmann destina parte de seu tempo para revelar dados sobre os “Os Malefícios do Contrabando e do Descaminho”, numa palestra recheada de fotografias que retratam a realidade das atividades ilegais. O tráfico de animais e as péssimas condições a que são submetidos os bichos retirados da natureza servem como alerta para que o cidadão comum não compactue com a atividade criminosa.
Desde que foi lançada a campanha, Hoffmann já ministrou palestras para quatro grupos distintos. A primeira foi para entidades convidadas a serem agentes multiplicadores dessa campanha, ainda em maio.
No mês de junho, a Delegacia da Receita Federal recebeu um grupo de vinte alunos da UNOESC – Universidade do Oeste de Santa Catarina. No dia 30 de agosto, Hoffmann foi até o município de São Miguel do Iguaçu para uma palestra no Colégio Ativa. Mais de cem estudantes acompanharam a exposição. No mês passado, a Delegacia da Receita Federal recebeu novamente um grupo de estudantes catarinenses, desta feita da cidade de Chapecó.
A Campanha Cidadão Legal conta com um site onde é possível conferir as oito atitudes que um cidadão legal deve adotar. Para conhecer, basta acessar: . Escolas ou instituições interessadas em agendar palestras ou apresentações do teatro de fantoches para o próximo ano, devem procurar a Delegacia da Receita Federal, ou buscar informações pelo telefone: (45) 3520 4305.