Jornalista Maurício Kubrusly fecha 7º Ciclo de Palestras

(ACIFI, em 14 de outubro de 2011)

O jornalista Maurício Kubrusly estará em Foz do Iguaçu nesta segunda-feira, dia 17, para uma palestra cujo tema é “Escola de Anônimos – Uma conversa ao redor de um time que não para de inventar, da procissão ao sexo”. Ele vai relatar sobre anônimos que conheceu no mundo e também sobre a criatividade dos brasileiros, tema também de seu livro cujo título é “Me Leva Mundão”. A palestra acontece às 20 horas, no Hotel Golden Tulip (antigo Hotel Internacional), e a entrada é gratuita.
Este será o último evento deste ano do 7º Ciclo de Palestras, promovido pela ACIFI, Itaipu Binacional e Grupo CBN, tendo ainda como parceiros a Unimed, Tam, Vivo, FM 97,7, Midiograf, Embrasil, Sindhotéis, Prefeitura de Foz, Comtur, ABIH e Iguassu Convention.
Este ano, o Ciclo de Palestras trouxe a Foz mais quatro personalidades: Eugênio Mussak, palestra que atraiu cerca de mil pessoas no mês de abril; Gustavo Cerbasi (com 1,2 mil participantes em julho passado). E ainda, Merval Pereira e Clóvis Tavares, que reuniram mais de duas mil pessoas durante suas palestras realizadas na 3ª Feira da ACIFI, no início de setembro.
A palestra de Kubrusly é gratuita, mas os ingressos devem ser retirados antecipadamente, na sede da ACIFI.
 
Histórico – Kubrusly é considerado um dos ícones do jornalismo brasileiro. Sua carreira começou no Jornal do Brasil, no Rio, e posteriormente na sucursal do jornal na capital paulista. Também trabalhou no Jornal da Tarde e foi um dos inovadores do setor de comunicação, que é conhecido hoje como o jornalismo “sem gravata”, com jeito mais despojado e descontraído de noticiar os fatos. Lançou o seu primeiro livro – “13 Pontos” – um ficção. Criou e dirigiu, durante 10 anos, a primeira revista brasileira de áudio e música, a Somtrês. Passou a atuar na televisão, na Cultura e na TV Globo, onde trabalhou em vários editoriais e cobriu vários eventos importantes, com Copas do Mundo e Jogos Olímpicos.
Em 2.000 estreou a série “Me Leva Brasil”, no Fantástico, contando histórias de pessoas que vivem longe das grandes cidades. Lançou um livro com o mesmo nome da série e, agora, lança “Me Leva Mundão” – um pouco dos “lances” que viveu ao trabalhar em vários países.