ACIFI ALERTA PARA CUIDADOS REDOBRADOS COM CHEQUES E CRÉDITO

(ACIFI, em 25 de Janeiro de 2012)

O aumento da inflação, aliado a fatores que limitaram o poder de compra do brasileiro, como o rápido aumento do endividamento e os altos juros, deve servir de alerta aos empresários para se precaverem contra a inadimplência. De acordo com levantamento da Serasa Experian, empresa que atua no setor de cadastros de inadimplência no país, no ano passado cerca de 19,7 milhões de cheques emitidos retornou por falta de fundos. Isso representa 1,95% dos cheques emitidos no país e é o maior percentual desde 2009, quando ocorreram 2,15% de devoluções.
Segundo economistas ligados à entidade, a inflação e os juros encareceram o crédito e foram fatores determinantes para comprometer a capacidade de pagamento daquele que pretende tomar o crédito no mercado, incluindo os chamados cheques pré-datados.
Para o presidente da Associação Comercial e Industrial de Foz do Iguaçu – ACIFI, Roni Temp, o levantamento serve como alerta aos empresários para tomarem mais cuidado ao fornecer crédito em compras parceladas. “Uma alternativa eficaz de obter ais segurança nas vendas é a consulta ao cadastro do SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito). É rápido e reduz o risco de calote”, garante Temp.
O SCPC é um serviço oferecido pela ACIFI aos associados de Foz. Por uma mensalidade muito pequena, o empresário tem acesso a um banco de dados nacional, o que garante a situação anterior de adimplência ou de inadimplência do pretendente ao crédito. A consulta pode ser feita por telefone ou pela internet.