EX-PRESIDENTE DA ACIFI ENTRE AS CINCO FINALISTAS DO PRÊMIO SEBRAE MULHER DE NEGÓCIOS

(ACIFI, em 7 de março de 2012)

A história de conquistas e lutas de Elizangela de Paula Kuhn frente à presidência da ACIFI (gestão 2010/2011) foi classificada uma das cinco finalistas da Categoria Negócios Coletivos do Prêmio SEBRAE Mulher de Negócios, oferecido como incentivo às mulheres empreendedoras. De acordo com a coordenação do prêmio, esta foi a primeira vez que uma associação empresarial teve sua história escolhida entre cerca de 14 mil candidaturas, desde a sua primeira edição, em 2004.
A premiação aconteceu esta semana, em Curitiba, com a presença de todas as finalistas eleitas pela coordenação. “Que fiquei muito feliz em estar entre as cinco finalistas na categoria negócios coletivos, principalmente por ser a única representante de Foz do Iguaçu e de toda a região Oeste, nesta categoria. Para mim, o prêmio é o reconhecimento ao trabalho realizado da minha querida ACIFI”, afirmou a ex-presidente. Para ela, o desafio da presidência era conciliar três objetivos: a prestação de serviços aos associados, a profissionalização da gestão interna da entidade e os trabalhos em prol da sociedade local e do desenvolvimento regional.
Roni Temp, atual presidente da associação, destacou o trabalho desenvolvido por Elizangela e também classificou o prêmio como merecido reconhecimento ao seu trabalho. “Fui vice-presidente na gestão da Elizangela e acompanhei seu trabalho. Elizangela foi muito mais que a primeira mulher na presidência da entidade. Ela imprimiu um forte ritmo à frente da ACIFI e participou ativamente nas ações desenvolvidas pela associação”, afirmou.
Atualmente, a finalista é membro do Conselho Superior Deliberativo da ACIFI; vice-presidente no setor de Turismo da FACIAP – Federação das Ações Comerciais e Empresariais do Paraná; vice-presidente de Ética e Disciplina do CRC-`R (Conselho Regional de Contabilidade), e sócia da De Paula Contadores.
Vencedoras – Com o mote “Sua trajetória pode abrir caminho para milhares de outras mulheres”, a edição 2011 do Prêmio Sebrae Mulher de Negócios recebeu mais de 3,6 mil inscrições em todo o Brasil para duas categorias: Pequenos Negócios, com 15 finalistas, e Negócios Coletivos, com cinco finalistas, uma das quais a ex-presidente da ACIFI. No Paraná, a premiação contou com 283 inscrições.
Giane Marisa Borges, presidente da Associação dos Catadores de Materiais Recicláveis, em Araucária, foi a vencedora do Prêmio SEBRAE Mulher de Negócios, na Categoria Negócios Coletivos. Juliana Bicalho Sanches, proprietária da Dancing Patinação, de Londrina, conquistou o Prêmio na Categoria Pequenos Negócios
As duas vencedoras representarão o Estado na etapa nacional da premiação, que acontece em Brasília, nesta quinta-feira, dia 8 de março, Dia Internacional da Mulher. 
Além de prêmios e troféus, o Prêmio Sebrae Mulher de Negócios concede às primeiras colocadas, entre todas as finalistas do Brasil, em cada categoria, uma viagem a um centro de empreendedorismo internacional.
O diretor de Operações do Sebrae/PR, Julio Cezar Agostini, afirmou que as histórias inscritas no prêmio vão inspirar outras mulheres do Paraná a empreender. “Temos uma mulher que conduz a Nação. A representatividade feminina, na direção de entidades empresariais  e na política, é cada vez maior”, avaliou o diretor de Operações do Sebrae/PR.
A consultora do Sebrae/PR e coordenadora estadual do Prêmio Sebrae Mulher de Negócios, Ammanda Macedo, explica que, para chegar aos nomes das finalistas da etapa estadual, as melhores histórias foram selecionadas e receberam a visita de auditores que confirmaram as informações descritas nos formulários de inscrição. “Eu li todas as histórias e conheço um pouco de cada uma. Eu só espero contribuir com o crescimento de vocês”, observou.  (Com informações da assessoria de imprensa SEBRAE-PR/ Crédito Fotografias: Luiz Costa/La Imagen)