RECEITA REDERAL E ACIFI RETOMAM A CAMPANHA CIDADÃO LEGAL

(ACIFI, em 23 de março de 2012)

Interrompida em dezembro do ano passado em função das férias escolares, a Campanha Cidadão Legal será retomada a partir de abril, numa parceria entre a Delegacia da Receita Federal do Brasil em Foz do Iguaçu e a ACIFI – Associação Comercial e Industrial de Foz do Iguaçu. O projeto que visa difundir, em crianças e jovens, noções de cidadania e de responsabilidade, destaca oito atitudes de um cidadão legal: ter consciência de seus direitos e deveres; ter postura ativa diante dos problemas a sociedade; contribuir com a arrecadação dos recursos públicos e fiscalizar sua aplicação; ser solidário e ajudar a combater a miséria; preservar o meio ambiente e manter a cidade limpa; não admitir a exploração do ser humano; respeitar a diversidade cultural e social; e ser honesto e combater o ilícito e a corrupção.
Um dos pilares desse projeto é um trabalho lúdico desenvolvido com crianças de escolas e entidades assistenciais da cidade. Por meio do teatro de fantoches, cuja peça “O Segredo de Cidadania” é realizada por servidores da Receita Federal, exemplos de cidadania que são repassados para menores de crianças de dois a dezesseis anos de idade. Ao longo do ano passado, a peça foi assistida por 988 crianças de sete colégios estaduais, um colégio particular e duas escolas municipais, além da APAE, Casa Maria Porta do Céu, Centro Profissionalizante Raiane da Silva Soares, Casa Ofício e PETI – Programa de Erradicação do Trabalho Infantil.
De acordo com a coordenadora do projeto, Patrícia Gomes de Oliveira, da Delegacia da Receita Federal, as crianças que participam da campanha conseguem apreender a mensagem repassada de maneira divertida, no teatro, e ampliam a compreensão sobre problemas causados pelo contrabando e descaminho, tais como o desemprego, evasão escolar, prejuízos à saúde (através da venda de produtos que vão desde agrotóxicos a remédios proibidos no país, dentre outros objetos como óculos com lentes plásticas que lesam a visão, brinquedos que não observam normas técnicas seguras para crianças, dentre outros exemplos), e a abertura para iniciativas criminosas, como o tráfico de drogas e de armas.
A primeira apresentação deste ano está prevista para o dia 12 de abril, no auditório da Receita Federal. Após a peça, os estudantes são convidados para um saboroso café da tarde, elaborado por alunos dos cursos desenvolvidos pelo Provopar, parceiro nesse projeto. Haverá ainda uma apresentação no dia 26 de abril. Também estão previstas apresentações para os seguintes dias: 10 e 24 de maio; 14 e 28 de junho; 9 e 23 de agosto; 6 e 20 de setembro; 4 e 18 de outubro; 9 e 22 de novembro e o dia 6 de dezembro.
A direção das escolas ou entidades interessadas em participar da campanha pode agendar a visita dos grupos de crianças pelo telefone 3520 4305, ou pelo e-mail patrícia.oliveira@receita.fazenda.gov.br. O transporte não está incluído nessa visita.
Público jovem – Adolescentes e adultos também são conscientizados nesta campanha Cidadão Legal, por meio de palestras desenvolvidas pelo auditor fiscal Ivair Hoffmann, que destina parte de seu tempo para revelar dados sobre os “Os Malefícios do Contrabando e do Descaminho”.
A palestra recheada de fotografias que retratam a realidade das atividades ilegais foi ministrada no ano passado para vinte alunos da UNOESC – Universidade do Oeste de Santa Catarina – e para 37 alunos da cidade de Chapecó (SC), que visitaram a Delegacia da Receita Federal de Foz. Hoffmann também proferiu a palestra para cem estudantes do Colégio Ativa, na cidade de São Miguel do Iguaçu.
O tráfico de animais e as péssimas condições a que são submetidos os bichos retirados da natureza servem como alerta para que o cidadão comum não compactue com a atividade criminosa.
A Campanha Cidadão Legal conta com um site onde é possível conferir as oito atitudes que um cidadão legal deve adotar. Para conhecer, basta acessar: www.cidadaolegalfoz.com.br.