ACIFI QUER APOIO DO CONSULADO PARA DEMANDAS COMERCIAIS DA FRONTEIRA

(ACIFI, em 29 de junho de 2012)

A Associação Comercial e Industrial de Foz do Iguaçu – ACIFI vai formalizar um pedido de apoio ao consulado argentino em Foz do Iguaçu para diversas situações que afetam as relações comerciais na fronteira. Parte desses problemas comuns foi tema de discussão em recente visita feita à entidade pelo cônsul da Argentina no Brasil, Jorge Luis Miranda.
“Obviamente que parte dos problemas deve ser discutida em âmbito federal, mas existem situações em que basta apenas o apoio local”, ponderou o presidente da ACIFI, Roni Temp, que recepcionou o diplomata argentino, acompanhado do diretor de Comércio Exterior, Mário Alberto C. de Camargo. Também acompanharam a visita, o diretor executivo da ACIFI, Dimas Bragagnolo, e o funcionário do consulado, Bruno Vinicius de Oliveira.
De acordo com os dirigentes da ACIFI, o cônsul demonstrou disposição em levar as reivindicações locais para as autoridades federais em Buenos Aires. “Vamos oficializar diversas reivindicações defendidas há anos pela ACIFI, num documento que será entregue ao cônsul nos próximos dias”, declarou o presidente.
Uma das mais antigas bandeiras da ACIFI é buscar junto aos governos brasileiro e argentino, o reconhecimento do comércio varejista interfronteiras com implantação de um sistema aduaneiro e fiscal compatível com a realidade da região que abrange um universo de aproximadamente um milhão de consumidores não somente da Região Oeste como também, e principalmente, o Paraguai e a Argentina.
Também faz parte da lista histórica de bandeiras e lutas da ACIFI trabalhar para o cumprimento dos acordos sociolaborais do MERCOSUL e a instituição de um sistema de seguro previdenciário, com a conseqüente adaptação do Acordo Multilateral para os trabalhadores de fronteira, conscientizando a sociedade civil sobre os direitos e deveres junto ao MERCOSUL. Outras situações mais específicas do setor de comércio exterior também serão inseridas no documento.