UNANIMIDADE NA APROVAÇÃO DA CRIAÇÃO DO CODEFOZ

(ACIFI, em 22 de junho de 2012)

Integrantes de órgãos públicos e de entidades representativas da sociedade iguaçuense aprovaram na noite de quinta-feira (dia 21) a criação de um conselho de desenvolvimento econômico semelhante ao implantado há mais de 16 anos na cidade de Maringá, o CODEM. A decisão foi compartilhada após a exposição do presidente do CODEM, José Carlos Valêncio.
O presidente da ACIFI, Roni Temp, saudou as autoridades presentes, dentre elas o prefeito de Foz, Paulo Mac Donald Ghisi, o presidente da Câmara, Edílio Dall´Agnoll e, principalmente, os representantes das diversas entidades que se dispuseram a contribuir com as discussões para a formação de um conselho de desenvolvimento.
O auditório da ACIFI ficou lotado com a participação de empresários associados e representantes de diversos segmentos, como as autoridades religiosas – o bispo emérito Dom Laurindo Guizzardi, da Igreja Católica; Sadi Buzzanelo, do COPEFI (Conselho de Pastores Evangélicos); sheik Mohsin Alhassani (Sociedade Islâmica); os clubes de serviços como o Rotary e Lions; Gilder Neres, da OAB de Foz e Fernando Machado (Parque Tecnológico Itaipu); do segmento turístico como Mauro Sebastiani (ICVB), Felipe González (Secretaria de Turismo), Carlos Silva (Sindhotéis), Paulo Angeli (Comtur) e Camilo Rorato; secretários municipais como Lincoln Barros (Administração), Elenice Nurnberg (Gestão de Pessoas), Adevilson Gonçalves (Desenvolvimento Socioeconômico), Sergio Lobato (Assuntos Internacionais) e Waddis Benvenutti (Planejamento); representantes dos contadores como Amauri Nascimento, dentre muitos outros.
O presidente do Conselho Superior Deliberativo da ACIFI, Danilo Vendruscolo apresentou o presidente do CODEM aos presentes e explicou que o modelo adotado em Maringá pode servir de inspiração para o desenvolvimento de Foz do Iguaçu. Já o prefeito de Foz, Paulo Ghisi, observou que a interação pode resultar em avanços entre os municípios paranaenses, e citou contribuições importantes que Foz pode dar, como por exemplo, na educação, com avanço no IDEB que deverá ser anunciado em breve, na saúde, entre outros. O presidente da Câmara, Dall´Agnoll, destacou processos e projetos importantes desenvolvidos nos últimos anos que colocam Foz do Iguaçu num momento histórico importante.
Diante de manifestações tão positivas, o presidente do CODEM, José Carlos Valêncio afirmou que caso Foz adote o modelo maringaense de conselho, este nascerá em condições mais favoráveis diante da congregação de representantes da sociedade.
Ele apresentou um histórico dos 16 anos de atuação – desde o nascimento da lei para criação do conselho e do fundo de gestão – até a atualidade, com os projetos e ações desenvolvidos. O público pôde trocar experiências e informações com o presidente da entidade maringaense.
“Demos um passo decisivo para avançarmos na gestão mais democrática das ações rumo ao desenvolvimento econômico que todos desejamos para Foz do Iguaçu”, resumiu Vendruscolo que iniciará agora o processo de elaboração da minuta para formação tanto do CODEFOZ como do fundo que será gerenciado pelo conselho. Para a criação desse conselho é necessário o encaminhamento de projeto de lei, de autoria do Poder Executivo, para aprovação da Câmara dos Vereadores.