ACIFI PROMOVERÁ PROJETO FOZ FUTURO LIMPO

(ACIFI, em 25 de julho de 2012)

Empresas parceiras recolherão materiais eletro-eletrônicos
em ação na Praça do Mitre, entre os dias 17 e 18 de agosto

As empresas e população em geral poderão descartar produtos eletro-eletrônicos inservíveis num bota-fora que será promovido nos dias 17 e 18 de agosto, na Praça do Mitre. O “FOZ FUTURO LIMPO” vem sendo organizado pela Associação Comercial e Industrial de Foz do Iguaçu – ACIFI, tendo o apoio e a participação de empresas que atuam no setor de reciclagem e destinação de produtos recicláveis; da Secretaria do Meio Ambiente e Obras de Foz do Iguaçu; empresas de consultoria ambiental; Rotary Três Fronteiras; Sindhotéis; IAP – Instituto Ambiental do Paraná; Instituto Paranaense das Águas, dentre outros.
De acordo com o presidente da ACIFI, Roni Temp, a ação tem como objetivo conscientizar a população sobre a necessidade de dar a destinação correta de eletro-eletrônicos, tais como computadores, TVs, ventiladores, CDs e DVDs, celulares, entre outros, evitando que sejam lançados no meio ambiente quando há possibilidade de reaproveitamento. Não serão coletadas pilhas e baterias por serem materiais poluentes e que devem ser devolvidos às lojas onde foram adquiridos. Também serão coletados óleo, resultante de frituras, seja doméstico ou da rede de gastronomia.
“A ACIFI vem desenvolvendo um projeto de ação ambiental em suas dependências, com palestras e mudanças no sistema de separação de resíduos, com excelentes resultados e muito antes da legislação que determinou a adoção do PGRS (Programa de Geração de Resíduos Sólidos)”, explicou o presidente da ACIFI, lembrando que a hoje a entidade estuda um plano para zerar a emissão de carbono. “Tudo isso porque a associação tem preocupação com a preservação do meio ambiente”, acrescentou.
O apoio ao projeto FOZ FUTURO LIMPO atende à ação de responsabilidade socioambiental da ACIFI, mas também visa orientar os empresários sobre a existência de opções de descarte desses materiais. “Conhecemos empresários que têm estocados diversos materiais como computadores, impressoras, e outros, porque desconhecem as possibilidades de destinação desses artigos inservíveis”, ressaltou Temp. Na Praça do Mitre serão recebidas apenas pequenas quantidades de eletro-eletrônicos inservíveis. “Vamos destinar um espaço apropriado para que as empresas que quiserem participar levem diretamente para esse depósito os lixos eletrônicos que pretendem descartar”, explicou Temp.
O presidente do Sindhotéis, Carlos Silva, lembrou que em poucas horas foram recolhidas cerca de nove toneladas de eletro-eletrônicos numa ação realizada durante o Campeonato de Arremesso de Celular, evento que foi idealizado justamente para conscientização ambiental. Marco Aurélio Alexandre, diretor da Secretaria do Meio Ambiente também relatou que a população atendeu ao chamamento para a destinação de inservíveis durante uma ação ambiental promovida na Vila Yolanda e rapidamente duas carretas ficaram lotadas de eletro-eletrônicos.
Ação social – Além de propor a conscientização sobre a destinação correta de artigos eletro-eletrônicos, o projeto “FOZ FUTURO LIMPO” também prevê a arrecadação de alimentos que serão destinados a entidades assistenciais.
Roni Temp explica que será solicitado um quilo de alimento não perecível para pessoas físicas que entregarem produtos durante a ação na Praça do Mitre. Já as empresas deverão repassar cinco quilos de alimentos que serão doados para uma entidade beneficente indicada pelo Rotary Três Fronteiras.
Novas etapas – Após a ação, na Praça do Mitre, a ACIFI e os parceiros planejam levar o projeto “FOZ FUTURO LIMPO” também para os bairros. “Estudamos a realização de ações similares na Vila C, Três Lagoas, Porto Meira e São Francisco, com o apoio da Secretaria da Educação e da direção das escolas municipais dessas regiões”, explico Roni Temp. O objetivo, salientou, é inserir os estudantes nessa ação de conscientização sobre a importância da reciclagem e da destinação correta de todos os resíduos.