RECOLHIMENTO DE MATERIAIS ELETROELETRÔNICOS DO PROJETO FOZ FUTURO LIMPO SERÁ NESTA SEXTA-FEIRA

(ACIFI, em 15 de agosto de 2012)

Materiais eletroeletrônicos para reciclagem e reaproveitamento serão recolhidos por empresas convidadas da ACIFI e parceiros, na Praça do Mitre

A partir das 9 horas desta sexta-feira, e também no sábado, as empresas e a população em geral poderão dar destinação correta aos aparelhos eletrônicos e eletrodomésticos em geral que já não estão em uso. O Projeto Foz Futuro Limpo será promovido pela Associação Comercial e Industrial de Foz do Iguaçu – ACIFI, com a importante parceria da Secretaria do Meio Ambiente e Obras de Foz do Iguaçu; Rotary Três Fronteiras; Sindhotéis; IAP – Instituto Ambiental do Paraná; Instituto Paranaense das Águas; Núcleo da Tecnologia da Informação da ACIFI; empresas de consultoria ambiental; empresas de coleta de materiais para reciclagem; dentre outros.

O presidente da ACIFI, Roni Temp, explicou que haverá um local específico para as empresas que quiserem destinar em grande quantidade os materiais eletroeletrônicos inservíveis, porém, para a população em geral, os materiais podem ser entregues na Praça do Mitre. “Pedimos apenas a doação de alimentos não perecíveis que serão doados pelo Rotary Três Fronteiras ao Lar dos Velhinhos”, afirmou. As empresas (pessoas jurídicas) que participarem com destinações de eletroeletrônicos, deverão doar 5 quilos de alimentos. Já as pessoas físicas – a população em geral – devem doar um quilo de alimento.

Poderão ser descartados produtos eletroeletrônicos inservíveis tais como computadores, TVs, ventiladores, CDs e DVDs, celulares, entre outros, evitando que eles sejam lançados no meio ambiente quando há possibilidade de reaproveitamento. Não serão coletadas lâmpadas, pilhas e baterias por serem materiais poluentes e que devem ser devolvidos às lojas onde foram adquiridos. Também serão coletados óleo, resultante de frituras, seja doméstico ou da rede de gastronomia.

Temp afirmou que a ACIFI vem instituindo uma política ambiental em sua sede, que abrangem desde palestras a mudanças no sistema de separação de resíduos “com excelentes resultados e muito antes da legislação que determinou a adoção do PGRS (Programa de Geração de Resíduos Sólidos)”, explicou. O presidente da ACIFI lembra que a entidade estuda um plano para zerar a emissão de carbono.

Além de atender à ação de responsabilidade socioambiental, a promoção do Foz Futuro Limpo também visa orientar os empresários sobre a existência de opções de descarte desses materiais para reciclagem e reaproveitamento. “Conhecemos empresários que têm estocados diversos materiais como computadores, impressoras, e outros, porque desconhecem as possibilidades de destinação desses artigos inservíveis”, ressaltou Temp.

Na primeira reunião preparatória do evento, o presidente do Sindhotéis, Carlos Silva, garantiu a participação da entidade e lembrou que em poucas horas foram recolhidas cerca de nove toneladas de eletroeletrônicos numa ação realizada durante o Campeonato de Arremesso de Celular, evento que idealizado justamente para conscientização ambiental.

Novas etapas – Após a ação, na Praça do Mitre, a ACIFI e os parceiros planejam levar o projeto “FOZ FUTURO LIMPO” também para os bairros. “Estudamos a realização de ações similares na Vila C, Três Lagoas, Porto Meira e São Francisco, com o apoio da Secretaria da Educação e da direção das escolas municipais dessas regiões”, explico Roni Temp. O objetivo, salientou, é inserir os estudantes nessa ação de conscientização sobre a importância da reciclagem e da destinação correta de todos os resíduos.

Na sexta-feira, o bota-fora de produtos eletroeletrônicos será desenvolvido das 9 às 18 horas. No sábado, o recebimento de materiais para reciclagem será das 9 às 13 horas.

COMPARTILHAR: