Codefoz elege diretoria e lança projeto Foz 2030

(ACIFI, em 21 de fevereiro de 2013)

A primeira diretoria do Conselho de Desenvolvimento de Foz do Iguaçu (CODEFOZ) tomou posse nesta quarta-feira (20), durante sessão plenária realizada no Hotel Golden Tulip Internacional. O membro do Conselho Superior da Associação Comercial e Industrial de Foz do Iguaçu (ACIFI), Danilo Vendruscolo foi confirmado na presidência da entidade. A diretoria do Conselho conta com o diretor-geral brasileiro da Itaipu, Jorge Samek, na vice-presidência, e Jaime Nelson Nascimento, no cargo de secretário. A gestão é de um ano e a chapa única foi referendada por unanimidade pelas diversas instituições do município que participam da iniciativa.

”A região tem nesse ano uma supersafra, mas a realidade econômica precisa de instrumentos como o CODEFOZ para estimular ainda mais o desenvolvimento”, afirmou o prefeito Reni Pereira, presidente de honra da entidade.

Criado a partir da aprovação do projeto de Lei 4.041/2012, da Câmara Municipal, o CODEFOZ tem como objetivo ser um órgão consultivo e deliberativo, ajudando a desburocratizar e a acelerar o encaminhamento de projetos considerados estratégicos para Foz, como a duplicação da Rodovia das Cataratas e o projeto Beira Foz, além da reestruturação do censo econômico e outras ações socioeconômicas.

Segundo Samek, o CODEFOZ vai organizar as demandas da sociedade e encaminhar projetos diretamente ao executivo municipal. “É quase como um secretariado paralelo, com a vantagem de que esse trabalho é feito voluntariamente pelos envolvidos. A adesão de tantas pessoas mostra o entusiasmo com esse momento que Foz está vivendo e isso permitirá à cidade fazer um plano de longo prazo, visando os próximos 10, 20 e 30 anos”, afirmou.

Estrutura

O conselho será estruturado em torno de um Plenário (composto por 23 entidades do município, num total de 31 cadeiras) e Câmaras Técnicas, que ainda serão estruturadas. A lei municipal também institui a criação do Fundo Municipal de Desenvolvimento Econômico e Social (FMDES).

Sem partidos

Vendruscolo ressaltou o caráter apartidário da iniciativa. “Não se trata de um alinhamento político-partidário, mas sim de um alinhamento em prol de Foz do Iguaçu”, afirmou o presidente, enfatizando a importância da economia do município como indutora do desenvolvimento regional.

Ele também lembrou da proximidade com o poder executivo municipal, uma vez que o CODEFOZ funcionará dentro da Secretaria de Desenvolvimento Socioeconômico de Foz e a secretária da pasta e vice-prefeita, Ivone Barofaldi, também participa do conselho.

União

A solenidade de posse contou com a participação de dezenas de pessoas representando os setores do comércio, turismo, indústria, profissionais liberais, academia, governos, entidades de classe, entre outros.

Oficina

Após a eleição, os integrantes da plenária participaram da 1ª Oficina de Planejamento Estratégico do CODEFOZ. Conduzido por consultores especializados em planejamento de grupos, o encontro foi aberto ao público em geral e definiu as ações do conselho que serão realizadas em 2013 e 2014. O primeiro projeto que será desenvolvido é o Foz 2030, que pretende promover um plano diretor à cidade, em médio e longo prazos.

COMPARTILHAR: