Codefoz define ações para 2013

(ACIFI, em 21 de março de 2013)

Beira Foz e Plano de Desenvolvimento Econômico são projetos prioritários para o conselho

Foi realizada ontem (20) mais uma reunião plenária do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social de Foz do Iguaçu que conta com a participação de seus 31 conselheiros do plenário, além de lideranças dos mais diversos setores da cidade.

Juntamente com o presidente de honra da entidade, o prefeito Reni Pereira; da vice-prefeita, Ivone Barofaldi, do vice-presidente e secretário do CODEFOZ, Jorge Samek e Jaime Nelson Nascimento, o presidente Danilo Vendruscolo apresentou o relatório da 1ª Oficina de Planejamento Estratégico, realizada em 20 de fevereiro, data da posse da diretoria. A realização do censo econômico, do plano de desenvolvimento econômico e da primeira etapa do projeto Beira Foz, que prevê a revitalização e iluminação da Ponte da Amizade, foram eleitos ações prioritárias do CODEFOZ em 2013. Com o argumento de que é preciso um esforço coletivo, Samek lançou um desafio a todos para tirar o Beira Foz do papel. “O CODEFOZ tem condições e vai se concentrar para revitalizar a Ponte da Amizade”, destacou Samek.

Ao longo deste ano, através das câmaras técnicas, o conselho pretende revisar o Plano Diretor do Município (PDM) e o Plano Plurianual do Município (PPA). Também foi aprovada pelo plenário a contratação do Plano de Desenvolvimento Econômico de Foz do Iguaçu. Além de manifestar total apoio às ações do órgão, o prefeito Reni Pereira adiantou que o município tem condições de financiar a execução do plano. “Começamos a trabalhar imediatamente e tudo isso vai contribuir para um programa macro que chamamos de Foz 2030”, afirmou o presidente.

Identidade

Na reunião foram apresentados a missão, visão e valores – definidos na oficina de planejamento estratégico, coordenada pelo professor Sérgio Cordioli – e também a logomarca do conselho. “A marca sugere movimento e traduz exatamente o conceito do conselho, isto é, a união de várias pessoas, de diferentes realidades, papéis e contextos de atuação por uma causa maior”, frisou Vendruscolo.

COMPARTILHAR: