Aldeias Infantis SOS Brasil lança “Pipas do Iguaçu”

(ACIFI, em 26 de Abril de 2013)

Foz do Iguaçu é um dos mais expressivos destinos turísticos brasileiros. A fauna, a flora e a diversidade cultural são surpreendentes. As Cataratas do Iguaçu, onde fica a Usina hidrelétrica de Itaipu, é uma das “Sete Maravilhas Naturais do Mundo”. Por outro lado, a grande circulação de drogas, mercadorias contrabandeadas e armas, na região, têm gerado um ambiente de violência e negligência, ameaçando a vida e os direitos de crianças, adolescentes, jovens e suas famílias.

Diante desse cenário, a Aldeias Infantis SOS Brasil elaborou o projeto “Pipas do Iguaçu” que surgiu dessa necessidade de se investir no fortalecimento familiar e comunitário em Foz do Iguaçu, como parte fundamental de um trabalho de garantia dos plenos direitos de crianças, adolescentes e jovens da região. É uma ação de “Advocacy” da Organização e está sendo divulgada em redes sociais e na imprensa.

O objetivo é sensibilizar e motivar a participação da população, mapear oportunidades, identificar, articular e mobilizar as lideranças locais, iniciativas públicas e privadas, com o intuito de planejar e realizar atividades que contribuam com o desenvolvimento integral de 300 crianças e 75 famílias em situação de vulnerabilidade pessoal e social.

O projeto vai priorizar atividades socioeducativas (música, dança, palavra falada/escrita, roda de leitura, história e memória da comunidade, ecologia, inclusão produtiva, afetividade e cidadania), além do acompanhamento sistemático junto às famílias de origem, com visitas domiciliares, encaminhamento para a rede socioassistencial e com a elaboração de um plano de desenvolvimento familiar.

Conferência – No dia 28 de maio, a Aldeias Infantis SOS Brasil organizará a I Conferência Internacional pelo direito à Convivência Familiar e Comunitária, em Foz do Iguaçu. O evento tem o objetivo de sensibilizar as autoridades brasileiras, paraguaias, argentinas e os representantes dos diversos segmentos da sociedade civil, empresarial, do terceiro setor, poder público e imprensa, para a necessidade de garantir e assegurar a convivência familiar e os direitos de crianças, adolescentes e jovens dos países da região da tríplice fronteira. A Ministra de estado Chefe da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, Maria do Rosário Nunes já confirmou presença na conferência.

As oportunidades que a Aldeias Infantis SOS oferece podem ser comprovadas em depoimento da judoca Patrícia Marques, veiculado pelo YouTube. A esportista cresceu na unidade de Poá da Aldeias Infantis SOS Brasil: http://youtu.be/mSgIu4HMzDk?a

Apoio – Apesar do impacto da crise econômica internacional nas atividades sociais em 2012, que resultou na redução de 30% dos subsídios internacionais destinados à Organização, a Aldeias Infantis SOS Brasil está procurando compensar parte dessa deficiência de recursos com uma forte atuação em busca de novos parceiros empresariais, convênios com o Poder Público e pessoas físicas (amigos SOS), para dar apoio às suas atividades. Mesmo com as dificuldades, foram abertos no ano passado novos Programas em Aracaju (SE), Natal (RN) e Foz do Iguaçu (PR).
“Toda criança precisa de proteção e formação para se tornar adulta e ter o direito de assumir com dignidade e segurança, seu papel na sociedade”, diz Sandra Greco, Gestora Nacional das Aldeias Infantis SOS Brasil, lembrando que é muito fácil ajudar a Organização a cumprir o seu papel. Com uma contribuição mensal de R$ 25,00 por exemplo, ou R$ 0,83 por dia, uma pessoa pode ajudar uma das crianças atendidas pela entidade a se alimentar por mais de 4 dias.

Saiba como ajudar:
Visite o site: www.aldeiasinfantis.org.br e-mail: faleconosco@aldeiasinfantis.org.br
Tels.: (11) 5573-1533 ou (11) 5574-8199

Saiba mais sobre a Aldeias Infantis SOS Brasil
Presente no Brasil e em outros 133 países, a Aldeias Infantis SOS Brasil é uma
Organização Social Independente, sem fins lucrativos, fundada em 1949 na Áustria. Com escritório nacional em São Paulo, atende milhares de crianças no país e possui Programas em Manaus (AM), Lauro de Freitas (BA), Brasília (DF), Juiz de Fora (MG), João Pessoa (PB), Recife e Igarassu (PE), Goioerê e Foz do Iguaçu (PR), Jacarepaguá (RJ), Caicó e Natal (RN), Porto Alegre e Santa Maria (RS), Aracaju (SE), Poá, Campinas, São Bernardo do Campo, Rio Bonito e Ubatuba (SP).

(Karen Pereira /Comunicação Aldeias Infantis SOS Brasil)

COMPARTILHAR: