Estado fecha semestre com mais de 27 mil empresas abertas

(Andrea David, em 28 de agosto de 2013)

Junta_comercialO Paraná fechou o primeiro semestre deste ano com aumento de 6,67% em sua atividade empresarial, comparado ao mesmo período de 2012. Foram 27.124 empresas abertas entre janeiro e junho, conforme mostram os dados da Junta Comercial do Paraná (Jucepar), contra 25.427 no mesmo semestre do ano passado.

Para o presidente da Jucepar, Ardisson Naim Akel, o resultado positivo reflete os esforços do governo do Estado no fomento da atividade empresarial e o trabalho da Junta Comercial para facilitar o atendimento ao empresário. “Estamos ampliando nossa rede no interior do Paraná, que hoje chega a 61 municípios e garante mais agilidade nos processos de abertura, alteração e baixa de empresas. Além disso, implantamos projetos para desburocratizar estes processos, como a consulta de viabilidade de nome, que diminui o tempo de abertura de novos empreendimentos”, destaca.

Registrada no Portal do Empreendedor, da Receita Federal, a categoria de Microempreendedor Individual (MEI) soma 23.647 novas inscrições no semestre, número 15,25% abaixo do primeiro semestre do ano passado. Já com relação às naturezas jurídicas registradas na Junta, a Sociedade Limitada é que conta com maior número de novos cadastros, com 14.581 registros, seguida pela categoria Empresário, com 10.152 . O maior destaque é para a Empresa Individual de Responsabilidade Limitada (Eireli), que teve crescimento de 41,33%, passando de 1.043 constituições no primeiro semestre de 2012 para 1.778 no mesmo período deste ano. “O crescimento das Eirelis mostra que o pequeno empresário está se consolidando e aumentando seu capital, o que explica até a diminuição no número de MEIs, que têm faturamento limitado”, ressalta Akel. As demais naturezas jurídicas somam 524 constituições.

Dividindo por segmentos, o setor de comércio foi o que apresentou a maior quantidade de constituições na Jucepar, com abertura de 20.388 novos negócios, um aumento de 13,1% com relação o mesmo período do ano anterior. As áreas de obras e construções, indústrias de transformação, alimentação e alojamento vêm em seguida, com 7.391, 6.130 e 4.565 empreendimentos constituídos, respectivamente. Já na estratificação por mês, abril foi o que contou com os melhores resultados nos registros empresariais, somando 5.147 empresas constituídas, um aumento de 22% ante abril do ano anterior.

Enquanto a abertura de novos empreendimentos apresenta alta, o fechamento de empresas foi menor no período. Nos seis primeiros meses deste ano foram extintas 8.063 empresas e filiais. Já no primeiro semestre do ano passado foram 9.260 extinções. E a expectativa para o próximo semestre é positiva, adianta o presidente da Jucepar. “A tendência é que a proximidade da Junta Comercial nos municípios e políticas de governo, como o Paraná Competitivo, se reflitam no número de empresas abertas e tragam resultados ainda mais positivos neste ano”, completa.

Fonte: Imprensa Jucepar

COMPARTILHAR: