Foz é a 6ª cidade do interior no ranking da Junta Comercial

(Andrea David, em 10 de outubro de 2013)

IMG_7181_Relatório feito pela Junta Comercial do Paraná revela que de janeiro a agosto deste ano foram abertas 793 empresas em Foz do Iguaçu. Com esse número, a cidade ocupa o 6º lugar no ranking de abertura de empresas no Paraná. Nas primeiras posições estão Maringá, Londrina, Ponta Grossa, Cascavel e Umuarama. De acordo com a Jucepar, o interior do Paraná se destacou na abertura de empresas no quarto bimestre deste ano. Em julho e agosto, 9.417 empresas foram cadastrados na Junta Comercial do Paraná, incluindo 699 filiais. Entre os empreendimentos mais recentes, 67% estão fora da capital, com 6.348 constituições, enquanto em Curitiba foram registradas 2.370 novas empresas. O crescimento do interior é 4% maior que no mesmo período do ano passado, quando 6.122 novos empreendimentos foram abertos.

O balanço revela que Foz foi o município que mais cresceu em pontos percentuais. Foram 28% a mais de aberturas registradas este ano na agência que funciona na sede da Associação Comercial e Industrial de Foz do Iguaçu (ACIFI). “Esse resultado tão positivo é também é consequência do trabalho diário desenvolvido pela equipe que trabalha na Junta Comercial e quem ganha é a nossa cidade”, elogia Luiz Antonio de Lima, vice-presidente de Contabilidade da ACIFI. O atendimento do escritório regional é de segunda a sexta-feira das 8h30 às 11 horas e das 14 às 17 horas.

A Junta Comercial tem 62 agências em 58 municípios de todas as regiões do Paraná. “A descentralização do atendimento, com a implantação das unidades no interior e em diferentes regiões de Curitiba, assim como os esforços da Jucepar em simplificar o processo de abertura de empresas, estão entre as razões para o bom desempenho nos últimos meses”, afirma o presidente do órgão, Ardisson Naim Akel.

Junto ao cadastro de Microempreendedor Individual (MEI), contabilizado pelo Portal do Empreendedor, da Receita Federal, o número de novas empresas no Estado subiu para 21.116 no período, com 6.035 constituições em julho e 5.881 em agosto com essa natureza jurídica. São 351 empreendimentos constituídos por dia, em média, um novo a cada quatro minutos.

O desempenho nos últimos dois meses foi o segundo melhor no ano, ficando atrás apenas do segundo bimestre, quando foram contabilizados 9.707 empreendimentos abertos no Estado. No acumulado do ano, são 36.903 novas empresas cadastradas na Jucepar, contra 36.378 nos oito primeiros meses de 2012, confirmando o crescimento já apresentado no primeiro semestre. O resultado do quarto bimestre, no entanto, ficou pouco abaixo a igual período do ano passado, que contou com a constituição 9.908 novos negócios.

Entre as atividades mais exploradas, as lojas de roupas e acessórios foram o grande destaque, com 1.709 constituições em julho e agosto. A atividade é seguida de perto pelos empreendedores que apostam em obras de alvenaria, que contou com 1.074 constituições no período. Cabeleireiros, transporte de carga e lanchonetes completam a lista das cinco atividades mais abertas no Estado no quarto bimestre.

COMPARTILHAR: