Núcleo confeccionará uniformes para creche Soldadinho de Chumbo

(Andrea David, em 19 de dezembro de 2013)

geral 1Empresas que integram o Núcleo das Indústrias de Confecções de Foz do Iguaçu, do Programa Empreender, promoveram na última sexta-feira (13) o sorteio da Ação entre Amigos de uma máquina industrial do tipo galoneira.

O sorteio foi comandado pelo presidente da ACIFI, Roni Temp e pelo coordenador do núcleo, Joaquim Martins Alvarenga, na presença dos empresários Lourinaldo Araújo de Lima, David Araújo, Henrique Zarate e Kalid Saada.

A pequena Jasmim, de 5 anos, filha de Saada, foi eleita para retirar o bilhete sorteado e a vencedora foi a empresa Krieger Confecções. O equipamento será  entregue nesta quinta-feira, 19, entre 9 e 10 horas, na sede da empresa que fica na é Avenida Morenitas, 684, esquina com a Rua Golfinhos, no Porto Meira.

Joaquim Alvarenga destaca que a ação tem como objetivo principal auxiliar uma entidade que assiste crianças de Foz do Iguaçu, fornecendo uniformes para todas as crianças e também aos seus funcionários. E a entidade escolhida foi o Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI) Soldadinho de Chumbo, localizada na região do Profilurb 1.

A coordenadora pedagógica Josiane Kruger e a secretária da creche, Fabiana Koerich, acompanharam o sorteio e agradeceram a ação do núcleo. Isto porque as 338 crianças atendidas pela creche, com idade entre de seis meses a cinco anos, são oriundas de famílias com baixo poder aquisitivo. “Existe um uniforme que a própria família adquire, mas como nem todos têm dinheiro para comprar, o uso não é obrigatório”, explica a coordenadora.

Para ela, o uso do uniforme significa maior segurança para os funcionários e para as crianças. “A questão do acesso e controle da movimentação da criança fica mais visível com o uniforme. E isso traz  mais segurança para a creche”, ressaltou Josiane.

O dinheiro arrecadado com o sorteio da máquina industrial será destinado à aquisição do material para o uniforme, bem como para arcar com os custos de sua confecção. “Além do aspecto social, a ação também tem como objetivo evidenciar que a cidade de Foz do Iguaçu conta com indústrias de confecção capazes de produzir material de excelente qualidade”, destacou Joaquim Alvarenga.

Ele espera que todos os uniformes estejam prontos até o final de janeiro.

COMPARTILHAR: