Paraná recebe missão da CACB na próxima semana

(Andrea David, em 12 de dezembro de 2013)

Associações Comerciais que passaram pelo programa Capacitar servirão de modelo para todo o Brasil.

logofaciapNos últimos anos, aproximadamente 200 Associações Comerciais filiadas à FACIAP – Federação das Associações Comerciais e Empresariais do Estado do Paraná receberam o programa Capacitar, realizado em parceria com o Sebrae/PR, que promove o diagnóstico e ações para excelência em gestão. Um dos grandes resultados alcançados é o incremento na receita financeira, fato que vem atraindo a atenção de todo o sistema associativista nacional.

Em paralelo, o Progerecs – Programa de Geração de Receitas desenvolvido pela CACB – Confederação das Associações Comerciais e Empresariais do Brasil atua na mesma linha, oferecendo às entidades de todo o Brasil soluções empresariais para os associados. Agora, o objetivo é agregar a experiência do Capacitar em sustentabilidade financeira em outros lugares por onde ainda não passou. Para isso, entre os dias 15 e 18 de dezembro, acontece a missão para conhecer a sua metodologia nas Associações Comerciais de Foz do Iguaçu, Medianeira, Missal e Matelândia, na região Oeste do Paraná.

De acordo com o executivo nacional do Progerecs, Luiz Antônio Bortolin, o Capacitar, que já passou pelo Paraná, Minas Gerais e região Nordeste, agora deve ser expandido para outros lugares. “No próximo ano, a CACB, por meio do Progerecs, pretende apoiar a implantação da metodologia do Capacitar em algumas Federações. Com o intuito de selecionar as primeiras entidades e facilitar a aproximação entre parceiros e financiadores, estamos lançando a missão para o Paraná”, comenta.

Resultados

Alguns resultados marcantes nas Associações Comerciais que receberam o Capacitar Paraná são o incremento médio de 39% na receita com prestação de serviços, avaliação com 85% de satisfação dos associados em relação às entidades e implementação do planejamento estratégico e orçamentário em 80% das entidades. O programa Empreender também saiu fortalecido: 65% das micro e pequenas empresas participantes de núcleos setoriais confirmaram aumento de competitividade no período em que o programa Capacitar funcionou.

(Imprensa Faciap)

COMPARTILHAR: