Estudo alerta para excesso de candidatos em Foz

(Andrea David, em 1 de setembro de 2014)

Em plenária do Codefoz, instituto apresenta perfil do eleitor iguaçuense e o desempenho dos candidatos de Foz do Iguaçu nas últimas eleições

Diretor-técnico-do-Instituto-Konsultta-Alcides-Rogério-de-Moura-Foto-Divulgacao-2-640x343

(Foto: Divulgação)

Qual é o perfil do eleitor iguaçuense? Como foi o desempenho dos candidatos de Foz do Iguaçu nas últimas eleições? E por que a cidade sofre para conseguir maior representatividade? Essas questões foram debatidas em reunião extraordinária do plenário do Codefoz realizada no último dia 27, na Fundação Cultural.

O ponto de partida da análise foi o estudo realizado pelo Instituto Konsultta – Pesquisa & Consultoria, a pedido da ACIFI (Associação Comercial e Empresarial de Foz do Iguaçu), e cedido ao Codefoz. O documento foi apresentado ao público com o objetivo de fomentar o debate entre eleitores, candidatos e partidos.

O levantamento reúne números das eleições de 2002, 2006 e 2010, com foco nas candidaturas a deputado estadual e federal. “O estudo derruba mitos e apresenta verdades sobre as eleições. Também projeta um cenário para a cidade conseguir representantes em Brasília e Curitiba”, afirma o diretor técnico do Instituto Konsultta, Alcides Rogério de Moura.

Comparativo

Nas três últimas eleições, do total geral de 363.283 votos nominais, os candidatos a deputado estadual de Foz do Iguaçu receberam 323.702 votos (89,10%), enquanto candidatos de outras cidades receberam 39.581 votos dos iguaçuenses (10,90%). Os nominais excluem votos de legenda, nulos e brancos.

Já os candidatos a deputado federal tiveram desempenho parecido. Dos 372.995 votos nominais, os postulantes locais conquistaram 311.982 votos (83,64%). Os candidatos a deputado federal de outras cidades, por sua vez, receberam 61.013 votos dos iguaçuenses (16,36%).

Conclusões

Diante desses números, é possível afirmar que a maioria dos eleitores iguaçuenses é fiel aos candidatos locais. Vale destacar, ainda, que os candidatos iguaçuenses a deputado estadual e federalconseguem mais votos em outras cidades do que os candidatos de outras cidades obtêm em Foz.

O estudo também faz um alerta em relação ao atual número de candidatos. Foz participou das últimas três eleições com uma média de dez candidatos a deputado estadual, mas neste ano são 13. O município teve ainda uma média de sete candidatos a deputado federal nas últimas três eleições, e hoje são oito.

“Não serão os candidatos de outras cidades, mas sim a quantidade de candidatos locais que pulverizará os votos. Seria necessário diminuir para seis o número de candidatos para deputado estadual e para três o número de candidatos para federal. Além disso, estes teriam que conquistar significativo número de votos em outras cidades”, explica Moura.

Instituto – Fundado em 2002, o Instituto Konsultta atua na área de pesquisas de mercado, opinião e desenvolvimento de produtos que gerem informações voltadas para os setores privado e público. Os serviços da empresa têm como premissa a confiança e qualidade no desenvolvimento e aplicação de metodologias, processos de coleta, sistematização e análise de informações estratégicas.

CLIQUE AQUI PARA VER O ESTUDO NA ÍNTEGRA

Candidatos recebem propostas da sociedade
Os candidatos a deputado estadual e federal de Foz do Iguaçu receberam o termo de compromisso com as propostas da sociedade iguaçuense. As propostas são resultado de consultas realizadas de fevereiro a junho a mais de 180 entidades representativas e grupos organizados das áreas pública e privada, além de participantes efetivos do plenário e das câmaras técnicas do Codefoz.

Dos oito candidatos a deputado federal, seis receberam o documento: Dilto Vitorassi, Fernando Giacobo, José Reis Cazuza, Nilton Bobato, Paulo Rocha e Professor Sérgio. E dos 13 candidatos a deputado estadual, oito receberam o termo de compromisso: Anice Nagib Gazzaoui, Chico Brasileiro, Claudia Pereira, Elvis Gimenes, Luiz Queiroga, Marcio Rosa, Hamilton Serighelli e Vermelho.

Na última sexta-feira, dia 29, o documento com as propostas foi apresentado ao candidato ao Governo do Estado Roberto Requião. O mesmo deve acontecer com pelo menos outros dois candidatos a governador: Beto Richa (a confirmar no dia 4/9) e Gleisi Hoffmann (a confirmar no dia 10/9). Visite www.codefoz.org.br/eleicoes-2014/.

(Fonte: Imprensa Codefoz)

COMPARTILHAR: