ACIFI emite nota em defesa da UNILA

(Alexandre Palmar, em 17 de julho de 2017)


A Associação Comercial e Empresarial de Foz do Iguaçu manifesta posição em defesa da Universidade Federal da Integração Latino Americana e contrária à emenda aditiva, de autoria do deputado federal Sérgio Souza (PMDB/PR), à Medida Provisória nº 785/2017, que tem como propósito converter a UNILA em Universidade Federal do Oeste do Paraná.

A ACIFI destaca que a UNILA, criada há apenas sete anos, tem contribuído de forma decisiva na formação universitária pública e gratuita, intercâmbio cultural, científico e educacional, bem como cooperação solidária da América Latina, especialmente no Mercado Comum do Sul (Mercosul).

A UNILA é responsável pela formação de capital intelectual, desenvolvimento tecnológico, atuação em projetos sociais e voltados para problemas da comunidade. Já tema de capa da nossa revista, o curso de medicina, por exemplo, contribuirá para a qualificação e universalização dos serviços médicos prestados à população.

Do ponto de vista econômico, tem movimentado vários segmentos, sobretudo moradia, transporte e alimentação. São 3.600 acadêmicos, quase 1.000 funcionários, investimentos, projetos e ações que resultam num impacto de mais de R$ 200 milhões por ano em Foz do Iguaçu.

A ACIFI também acredita ser oportuno o momento para que a UNILA reforce seus laços com a sociedade trinacional com o intuito de inserir-se cada vez mais em nossa comunidade, trocar informações e promover um diálogo aberto e permanente, sempre em sintonia com os interesses da comunidade iguaçuense e da região trinacional (Argentina, Brasil e Paraguai).

COMPARTILHAR: