Licitação do Viaduto da Avenida Costa e Silva deve ser aberta em janeiro

(Alexandre Palmar, em 18 de dezembro de 2017)

Em reunião com a diretoria da ACIFI, Pepe Richa disse que obra deve ter início até o fim do primeiro trimestre de 2018 – Foto: Christian Rizzi

Uma das mais importantes obras para Foz do Iguaçu está prestes a se tornar realidade. O secretário de Infraestrutura e Logística do Paraná, Pepe Richa, confirmou até o fim do próximo mês será lançado edital de licitação para construção do Viaduto da Avenida Costa e Silva. O anúncio foi feito durante reunião com a diretoria da ACIFI na última semana.

Segundo explicou Pepe Richa, o Estado finaliza o levantamento de três orçamentos para a realização da obra, conforme estabelece o Tribunal de Contas do Estado (TCE). Vencida esta etapa, o Governo pode lançar logo em seguida o edital de concorrência.

Pepe Richa: fase de orçamento – Foto: Christian Rizzi

Com isso, o secretário acredita que a obra seja iniciada até o fim do primeiro trimestre do ano que vem. “Estamos na fase de orçamento, nesta etapa é precificada cada serviço a ser executado de acordo com o projeto. São necessárias três cotações, pois o Tribunal de Contas do Estado exige em obras públicas. O mais importante é que o recurso da construção do Viaduto da Costa e Silva já existe”, afirmou Pepe Richa.

Ainda de acordo com ele, o valor avaliado da obra é de R$ 18 milhões, mas durante a licitação esta quantia pode ser reduzida. “Na maioria das licitações, temos uma redução do preço em função da concorrência, soma-se a isso ainda o fato do Estado manter o pagamento em dia em todos os contratos, o que nos faz acreditar que a economia pode chegar a 25%, em média”, explica.

Projeto

Pelos projetos que estão sendo desenvolvidos, a BR-277 será elevada, permitindo que debaixo dela seja construída uma rotatória com três pistas, possibilitando separar o trânsito da rodovia e o urbano e garantindo mais segurança aos usuários. Os projetos contemplam ainda uma rotatória alongada, que substituirá a atual, na altura do CTG Charrua.

Os projetos básicos e executivos de engenharia do viaduto foram contratados pelo Fundo Iguaçu mediante concorrência. A empresa vencedora Engemin apresentou a proposta, já aprovada pelo Codefoz, Prefeitura, Governo do Estado, concessionária Ecocataratas, Departamento de Estradas de Rodagem (DER), Foztrans e Itaipu Binacional, que prevê a construção na BR-277 de um viaduto com extensão de aproximadamente 700 metros.

Trincheiras

Durante a reunião, o secretário de Turismo, Indústria, Comércio e Projetos Estratégicos, Gilmar Piolla, falou da necessidade de, futuramente, serem construídas mais duas trincheiras para acabar com a segregação do tráfego provocada pela BR-277, que corta a cidade praticamente ao meio, e melhorar a mobilidade urbana de Foz: uma ligando os bairros Portal da Foz e Três Bandeiras (atual retorno para o Hotel Rafain Palace) e outra ligando o Jardim Jupira à atual Avenida Beira Rio, nas proximidades da Ponte Internacional da Amizade.

O presidente da ACIFI, Leandro Costa, reforçou a importância das duas obras para o desenvolvimento econômico e garantir a segurança dos moradores de Foz do Iguaçu. “ A trincheira do Jardim Jupira vai permitir uma conexão melhor e reinserir o bairro à economia do município e a outra em frente ao Hotel Rafain é de suma importância para que não ocorra acidentes. As entidades já se colocam a disposição desde já para trabalharem em parceria na elaboração dos projetos e assim viabilizar junto ao Estado estas obras”, avalia Costa.

Também estiveram presentes na reunião o coordenador Regional da Casa Civil, Phelipe Mansur, e também o presidente do Codefoz, Mario Camargo.

(Agência Municipal de Notícias)

COMPARTILHAR: