ACIFI pede a parlamentares urgência na votação da reforma da Previdência

(Alexandre Palmar, em 28 de maio de 2019)


Entidade encaminha pedido aos deputados federais e senadores do Paraná

A ACIFI encaminhou, nesta terça-feira, 28, ofício para os 30 deputados federais e três senadores do Paraná pedindo urgência para votação da reforma da previdência. A entidade defende as reformas como saída para a construção de um Brasil mais dinâmico e desburocratizado, com uma máquina pública enxuta e eficiente.

Plenária da Diretoria ACIFI aprova documento encaminhado aos parlamentares paranaenses

Representante de 1.500 empresas associadas (que empregam cerca de 17 mil trabalhadores), a Associação Comercial e Empresarial de Foz do Iguaçu sustenta que as mudanças são necessárias para construir um país no qual a iniciativa privada seja respeitada e valorizada pela sua importância e pelo papel que desenvolve no contexto republicano.

Dentre todas as reformas necessárias, a da previdência, descreve a carta enviada à bancada paranaense, é a mais urgente delas. Conforme o documento, sem uma profunda revisão do sistema previdenciário brasileiro a economia nacional se deteriorará de maneira rápida e talvez irreversível, causando prejuízos irreparáveis para as atuais e próximas gerações.

Assinado pelo presidente da ACIFI, Faisal Ismail, e pelo presidente do Conselho Superior, Valter Venson, o documento destaca que a reforma da previdência, independente de quem esteja no poder, é vital para que o País possa se recuperar da séria e longa crise e que volte a movimentar sua economia e finanças com a confiança que os empresários e os trabalhadores desejam.

A ACIFI conclui o pedido frisando que o país precisa muito do voto da bancada paranaense para que uma ampla reforma previdenciária seja aprovada com a maior brevidade. “Os brasileiros reconhecerão essa escolha de extrema responsabilidade por um futuro digno da nação”, conclui o ofício, que integra o movimento nacional de entidades empresariais a favor da reforma da previdência.

Presidente do Conselho Superior, Valter Venson, e presidente da ACIFI, Faisal Ismail, conduzem reunião que analisou e aprovou documento enviado aos parlamentares

COMPARTILHAR: